Conheça Rafard

Locais públicos e turísticos de Rafard

Casarão de Tarsila do Amaral

A casa onde morou a artista Tarsila do Amaral, localizada na Fazenda São Bernardo, a qual é carinhosamente chamada por Fazenda dos Bosques, devido à quantidade de árvores que se encontra no local formando um arco-íris sobre a estrada, se mantém como ponto turístico até os dias de hoje. Antigos casarões localizados na Fazenda eram ocupados pelos diretores de cargos importantes, na antiga Usina São Paulo. O local é contemplado de uma natureza exuberante e de lugares históricos que vale a pena conhecer!

 

 

 

 

Fazenda Itapeva

Em 1975 a pequena Fazenda, ainda pertencente à Capivari, começou a ser povoada por trabalhadores e familiares que vinham trabalhar na Usina. Usados no momento de lazer e religiosidade, a capela, o salão de bailes, o rancho para festas, a sede social e o campo de futebol, deixaram marcas em que viveu naquela época ou cresceu ouvindo as histórias que foram contadas de geração em geração.

A histórica Capela de São João Batista de Itapeva – Situada no centro da Fazenda, foi a 1ª capela construída na região, antes de 1820, pelo padre João Ferreira de Oliveira Bueno.

 

 

Estação Sorocabana

A Estação Sorocabana hoje Memorial da Tarsila do Amaral foi construída nos anos de 1875 e 1876. O trem passava pela estação e fazia parada nas cidades de Rafard, Piracicaba e Itaici (Jundiaí). Com o funcionamento igual ao de uma rodoviária, com bilheteria e telegrafistas, o local possuía um grande fluxo de pessoas que esperavam ou desembarcavam. Sobre os trilhos e sob o soar do apito, já conhecido por toda a cidade, as viagens eram marcadas por bandas que faziam shows nas proximidades do local. 

Hoje, o Memorial da Tarsila localizado, na antiga Estação Sorocabana, tem recebido a visita de alunos das Escolas da região. Por meio de agendamento, com a Diretoria de Cultura.

 

 

Unidade Mista de Saúde (UMS)

Saúde foi a rafardense Maria Thereza Aprillante Gimenez. A Unidade foi inaugurada em 21 de março de 1978. Cidadã rafardense que com muito ardor e muito entusiasmo se dedicou à causa da emancipação político-administrativa do Distrito de Rafard. Ela foi o exemplo de esforço e perseverança. 

Terezinha segundo a vereadora e enfermeira Maria Luiza Perecim Bernardo, percorria as casas na cidade coração, em busca de ajuda para realizar a construção desta Unidade. Com o passar dos anos, ela montou uma associação de moradores e deu início a construção do local. Mais tarde, o ex-prefeito Rubens Simões Pellegrini investiu na ampliação da Unidade e o ex-prefeito Nogueira instituiu uma maternidade, sendo que na época nasceram 6 crianças. Hoje, o local possui também, um local destinado somente para o atendimento de crianças, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h - o Espaço Pediátrico “Raul Canaveze Morato”.

 

 

Tanque São José

Local muito cobiçado pelos franceses. Estes em meados da década de 60, passavam horas de lazer no tanque. Quando a comitiva da França, vinha para a cidade visitar a Usina ou até mesmo quando os franceses vinham trabalhar, eles eram recepcionados no local com churrasco, piquenique e passeio de barco. Havia comentários de que no local havia jacarés por conseqüência das águas cristalinas e frescas, que eram cultivadas pelos bambuzais e ótima arborização.

Esta é uma mostra do olhar satisfeito para o passado e um aceno confiante para o futuro!

 

 

 

Usina Cosan

Com sede em Paris (França) e filial em São Paulo, capital, a antiga Usina São Paulo/SA, foi o 1º engenho central instalado em Capivari e grande geradora de açúcar e álcool. Com grande potencial canavieiro e destaque na produção de novas tecnologias, o atual grupo Cosan, hoje localizado em muitas cidades e também em Rafard, subsidia a cidade de 8 mil habitantes e gera muitos empregos e renda.

 

 

 

 

 

Câmara Municipal

A 1ª sessão de Câmara da cidade foi realizada após autorização do Supremo Tribunal Eleitoral (STE), no dia 25 de março de 1965, no antigo Cine Paratodos. A 1ª sessão de Câmara Municipal de Rafard foi presidida pelo juiz da comarca da época, Antonio Carlos Alves Braga, o promotor público, João Gamaliel Correa Costa, o prefeito de Capivari Romeu Annichino, o Delegado de Polícia de Capivari, Nelson Fonseca, e pelos senhores José Maria Lima, Ary Soares de Freitas, Benedito Aranha e o vereador do município de Porto Feliz. 


Durante os anos de 90 a 2000, o Legislativo era composto por 13 vereadores, modificando-se na última eleição municipal de 2004, para 9 vereadores.

 

 

Museu “Major Pires de Campos”

O prédio do Museu “Major Pires de Campos” da Prefeitura abriga hoje, a Biblioteca Municipal e a Câmara Municipal. No museu os visitadores, poderão ter acesso ao acervo referente aos fatos históricos do município, entrando em contato com documentos de antepassados, peças em argila, painéis que relembram o ciclo canavieiro, resgatando assim, a história da cidade.

Para as cidades interessadas em saber mais sobre a história de Rafard, poderão agendar visitas com a Diretoria de Cultura e Turismo, pelo telefone: (19) 3496-1438 e/ou pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

 

 

Biblioteca Municipal “Júlio Henrique Raffard”

 

 

 

 

 

 

 

Praça José Rodrigues Moreira, conhecida como Praça do Coração (Jardim Ana).

Construída na Administração 1997/2000, esta praça possui grandes arbustos, uma fonte símbolo – em forma de coração, bancos, luminárias e um grande fluxo de pessoas. Como desde a época de sua construção, a mesma esta inacabada, a Prefeitura de Rafard, lançou neste ano, o projeto Rafard Mais Verde – “Adote uma Praça” para que esta e mais 13 praças, canteiros, centrais de avenidas, parques e remanescentes de construções sejam adotadas pela iniciativa privada, que são:

 

Praça Osias Leite Sampaio 
Praça Francisco Tavares de Campos 
Praça Domingos Fontolan 
Praça da Bíblia
Praça Carlos Marretto 
Praça Padre Manoel Simões de Lima 
Praça Gilberto J. Marteleto Gasparini 
Praça Vinício Stein de Campos 
Praça Independência 
Praça da Bandeira 
Praça Emancipação 
Praça Fernando Quibáo 
Praça Temática Tarsila do Amaral

 

Prefeitura

O Paço Municipal de Rafard foi construído e inaugurado no dia 21 de março de 1972, na Administração de Archanjo Honora – 2º prefeito eleito na cidade. No dia 21 de março de 1978, em ato solene o Paço passou a chamar-se “Paço Municipal Dr. Adhemar Pereira de Barros” - governador do Estado de São Paulo e amigo do ex-prefeito. Constituía na época, uma das belezas arquitetônicas da cidade.

 


 

 

Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes (Padroeira de Rafard)

O nome foi dado em homenagem à França. Até 1908 a Igreja, era conhecida como Capela de Santo Antonio de Villa Raffard, mas em 1923, já era conhecida como Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes de Rafard. 

O terreno para construção foi doado por Paulino Galvão de Almeida França. Com dificuldades, para ver finalizada a obra, imigrantes italianos passaram a fazer apresentações de dança e música, nas casas de famílias com uma boa situação financeira, para angariar fundos para o término da Igreja. Após o término da obra, a primeira missa foi rezada por um padre vindo de Piracicaba. Já no dia 20 de fevereiro de 1923, o Padre Pedro Ciardella foi o primeiro vigário nomeado. Em 1946 o padre Arcádio Fanchini, reformou a Paróquia. Desde então a Igreja já teve 19 padres, e as quermesses da Matriz são consideradas uma das melhores festas religiosas da cidade. 
 

 

 

Circulo Operário

Fundado em 1922 por uma das primeiras famílias que povoou Rafard. Luiz Galzignatto nasceu em Veneza, na Itália. Veio para Rafard em 1902. Foi casado com Ida Meneguini Galzignatto e tiveram 9 filhos. Junto com outros conterrâneos fundou o “Circolo Italiani Uniti”, chamado assim na época. O local era utilizado pela mocidade da época, para assistir espetáculos e bailes que eram promovidos.

Atualmente, o espaço é utilizado pelo Rotary Club, e o andar inferior funciona a Assistência Social da Prefeitura, Diretoria de Esportes, Casa da Agricultura e Conselho Tutelar.

 

 

 

Usina Hidrelétrica Leopoldina

Comandada pelos franceses, está é considerada uma grande obra, pois foram extraídas pedras do próprio local para serem construídas as barragens que moveriam uma pequena Usina Hidrelétrica. Com uma potência considerável em watts de energia, a Usina geraria energia para acionarem máquinas para a produção de açúcar.

 

 


 

 

 

Represa da Fazenda Santa Rita

Conhecida pela água cristalina, cardumes que tentavam subir rio acima, bicas de água com boa qualidade, a represa se localiza as margens do Rio Capivari e possui uma Usina Hidrelétrica desativada. Utilizada nos domingos à tarde por jovens visitantes e moradores, para pescar, nadar e fazerem piquenique, antigos comentam que o local era fundo, por possuir um rede moinho.

No dia 22 de fevereiro de 1970 as casas do local e a Usina foram destruídas por uma enchente, jamais vista na história do rio Capivari.

 

Fonte: Informações subtraídas do livro: “Vida Social e Política de Rafard”, do autor Pedro Silveira Rocha.

Endereço:
Praça da Independência, nº100
Centro, Rafard - SP
 
Horário de Atendimento:
Segunda a Sexta das 08h00 às 17h00Telefone: (19)3496-7520

Telefones úteis

Educação - (19) 3496-2820 / (19) 3496-1489 
Saúde - (19) 3496-7230 
Cultura, Esporte e Turismo - (19) 3496-1438 
Assistência Social - (19) 3496-1317 
Guarda Municipal - (19) 3496-2027
DMAE (Água e Esgoto) - (19) 3496-7521
IPREM - (19) 3496-2864